Keblinger

Keblinger

Logo do Estúdio Saids - Produtor Eliézer Saids - Chimba

0
| quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Rap Gospel - Mensageiros da Profecia e Mano Sassá - Glórias e Renuncias ...

0
|




Música: Glórias e Renuncias
Grupo: Mensageiros da Profecia e Mano Sassá
Álbum: ////////
Letra: Ricardo Alves, Felipe e Mano Sassá.
Melodia: Eliézer Saids
Produção Música: Eliézer Saids & Mano Sassá.
Arranjo: Eliézer Saids.

Mensageiros da Profecia - Perdão A Cura Para o Ódio - Letra e Clip

0
|




Música: Perdão (A Cura Para o Ódio)
Grupo: Mensageiros da Profecia
Álbum:
Letra: Ricardo Alves & Felipe
Melodia e Beat: Ricardo Alves
Produção Música: Eliézer Saids & Ricardo Alves
Arranjo: Ricardo Alves
Mixagem e masterização: Eliézer Saids

Letra:

----------------------------------------------------------------------------------------------------

SERÁ QUE PODE ME OUVIR?
NESSA NOITE QUE EU NÃO CONSIGO DORMIR

NÃO SEI SE PODE ME ESCUTAR?
DE UMA LADO PRO OUTRO NÃO PARO DE PENSAR

EU PENSO
NO MAL QUE EU QUERO FAZER
EU PENSO
NO TAL QUE EU QUERO DETER
MAS PENSO NO
SAL QUE EU TENHO QUE SER
SAL QUE QUE LEVA A CRER

QUE ACONTEÇA O QUE ACONTECER
LUZ PARA ESSE MUNDO EU TENHO QUE SER
E TODO ESSE MAL TENHO QUE DETER
MAL DENTRO DE MIM QUE ME FAZ SOFRER



---------------------------------------------

O BEM QUE EU QUERO FAZER
O MAL NÃO PODE MAIS DETER
E NEM VAI ME
AFASTAR DE TI

EU SEI
QUE SENTIREI SAUDADE
POIS FALTA MINHA METADE
MAIS OUTRA PARTE
AINDA ESTÁ AQUI

---------------------------------------------


SENTI SAUDADE
A TEMPOS NÃO OUÇO SUA VOZ
PARECE QUE O SENHOR SUMIU
QUANDO A TRISTEZA VEIO SOBRE NÓS

QUANDO EU MAIS PRECISAVA
SÓ VI OS CÉUS FECHADOS
MINHA ALMA GRITAVA
APARTA DE MIM ESSE FARDO

CALE-SE
É OQUE O MEU LADO ESQUERDO FALAVA
ACASO NÃO NOTA
QUE ELE NÃO SE IMPORTA, SUSSURRAVA.

E AS DUVIDAS
POR QUE COMIGO UM CASTIGO TORMENTO
POR QUE QUE
AO INVÉS DE PERMISSÃO NÃO FOI UM LIVRAMENTO

TENTEI
ACUMULAR MEU ÓDIO E A CORAGEM
NOTEI
QUE A VINGANÇA É UM ATO COVARDE

EU SEI
COM LIVRE ARBÍTRIO ESCREVO MEU DESTINO
NA HISTORIA
EM QUE EU SOU PACIFICADOR E NÃO UM ASSASSINO

DEUS
FALA COMIGO NÃO OUÇA CALADO
SEU
SILENCIO FAZ CRER QUE EU ESTOU ERRADO

EU
JÁ NÃO AGUENTO CARREGAR ESSE FARDO
QUERO OUVIR SUA VOZ
POR ELA QUERO SER GUIADO

---------------------------------------------

O BEM QUE EU QUERO FAZER
O MAL NÃO PODE MAIS DETER
E NEM VAI ME
AFASTAR DE TI

EU SEI
QUE SENTIREI SAUDADE
POIS FALTA MINHA METADE
MAIS OUTRA PARTE
AINDA ESTÁ AQUI

---------------------------------------------



DEUS É DIFÍCIL ENTENDER
COMO SEUS PLANOS FUNCIONA
O ASSASSINO ESTA SOLTO
ENQUANTO O ÓDIO ME APRISIONA

SETENTA VEZES SETE, COMO?
SE É DIFÍCIL PERDOAR UMA VEZ
SERIA HIPOCRISIA
MAIS EU LEMBRO OQUE O SENHOR FEZ

SENDO JUIZ SE ENTREGOU A NÓS
PRA SER JULGADO
PROVA FINAL
DO QUANTO O NOSSO JULGAMENTO É FALHO

LUTO CONTRA MEU EU
O ÓDIO VEM ME INVADE
NÃO QUERO QUE ÓDIO
QUE MATOU MINHA MÃE ME MATE

NÃO QUERO BEM E NEM O MAL
NÃO QUERO SER JUIZ
QUERO SEGUIR MINHA VIDA
E O PASSADO É SÓ CICATRIZ

MORRI COM MINHA MÃE
E HOJE O PERDÃO REVIVE
A VINGANÇA ME ENCARCEROU
HOJE DEUS ME FAZ LIVRE

E É TÃO BOM
ME RECONCILIAR DO COM CRIADOR
QUEM DIZ QUE AMA E NÃO
PERDOA NÃO CONHECE O AMOR

LIBERE O MEU PERDÃO PRA
QUE EU POSSA TE SENTIR
NUNCA DEIXOU DE ME ESCUTAR
EU QUE DEIXEI DE TE OUVIR

---------------------------------------------

O BEM QUE EU QUERO FAZER
O MAL NÃO PODE MAIS DETER
E NEM VAI ME
AFASTAR DE TI

EU SEI
QUE SENTIREI SAUDADE
POIS FALTA MINHA METADE
MAIS OUTRA PARTE
AINDA ESTÁ AQUI

EM MIM

---------------------------------------------

Mensageiros da Profecia - O Peso da Dor - Clip e Letra

0
|










Música: O Peso da Dor

Grupo: Mensageiros da Profecia

Álbum:

Letra: Ricardo Alves & Felipe

Melodia e Beat: Eliézer Saids & Ricardo Alves

Produção Música: Eliézer Saids & Ricardo Alves

Arranjo: Ricardo Alves

Mixagem e masterização: Eliézer Saids



Letra

-----------------------------------------------------------------------------------------------



As pessoas valorizam mais o que eu tenho, do que o que eu sou



Mas existia alguém que me amava pelo que eu sou



Alguém que era capaz de olhar dentro dos meus olhos, e me enxergar como realmente eu sou



Ou melhor, eu era.



Quando ela deixou de existir, eu deixei de existir também.





Meu contador diz que eu estou muito bem



Meu bem diz que me ama muito



Eles me adoram



Sabem que esse amor só gera lucro





Amigos e mulher que o dinheiro pode comprar



Felicidade que as viagens e os bens pode dar



Não é o suficiente, como eu vivo angustiado



O antidepressivo não ameniza meu quadro, que se agravou quando ela morreu



Pois quando eu estava com ela, eu realmente podia ser eu





Me sinto preso em outro corpo, isso é o problema



Me sinto um personagem, e hoje é a última cena



Sem público, cenário triste ao redor



Se a pergunta é se tudo vai bem: vou de mal a pior





Todos meus bens e as minhas contas não compram o sorriso



Talvez o nada traria o tudo que eu preciso



E o tudo o que eu preciso um dia viraria nada



Nada ameniza a dor que sinto, é isso que me mata





Parece que sou invisível perante aos demais



Parece que somente a morte me traria a paz



Parece que a felicidade é só ilusão



Mas só parece, a depressão não pode ter razão





Ah! Arranca de mim esse peso



Tira de mim essa dor



Leva esse fardo daqui



E aqui, mesmo que essa dor insista em ficar



E a adversidade não queira passar



Em mim existe um mapa desse mau caminho



Onde eu me perdi





Eu já tive um emprego



Fui um pai pros meus filhos, um marido pra minha mulher



Hoje eu sou um homem desempregado



O álcool me fez uma vergonha



Resumindo, hoje eu não sou nada





Me lembro da frase: Na crise o corte é necessário



Fui pra rua, correr atrás de um mínimo salário



Sem êxito, desesperado, vence as prestações



Fui vencido, no álcool afoguei minhas frustações





E vi dos olhos dos meus filhos apagar o brilho



Outrora eu era herói, e agora um homem rendido



Me perdoe, meu ato covarde é de quem se entrega



Só queria enxergar o lado bom em meio as trevas





Angustiante ver que os dias maus se arrastam



Que o tempo bom não vem, tempo que os maus ventos tragam



Outro motivo, pra eu emotivo ser mais depressivo



Cadê o sorriso do meu grande amor que me mantinha vivo





Não sei, talvez as horas extras fadigaram



Hoje ela que mantém os poucos bens que nos restaram



Sensação de ter muro intransponível na minha frente



Eu vejo o horizonte e me sinto tão impotente





O fim, somente o fim me parece o acalanto



Solução pros meu pesares, para a minha alma um pranto



Preencher esse vazio, e que nunca mais volte



Eu só queria que o meu projeto de paz não fosse a morte





Ah!



Ah! Arranca de mim esse peso



Tira de mim essa dor



Leva esse fardo daqui



E aqui, mesmo que essa dor insista em ficar



E a adversidade não queira passar



Em mim existe um mapa desse mau caminho



Onde eu me perdi





Arranca de mim esse peso



Tira de mim essa dor



Leva esse fardo daqui



E aqui, mesmo que essa dor insista em ficar



E a adversidade não queira passar



Em mim existe um mapa desse mau caminho



Onde eu me perdi

Mensageiros da Profecia & Tazsul - Pimenta e Mel (Música romântica))

6
| terça-feira, 17 de maio de 2016
Vídeo

Produtora: Moment Film

Direção: Lucas Siqueira & Renan Ferreira

Ass. Produção: Carla Queiroz & Thaina Ferreira

Câmera: Lucas Siqueira & Renan Ferreira

Pós-Produção: Lucas Siqueira

Edição, Cor e Finalização: Lucas Siqueira

Roteiro por Lucas Siqueira & Renan Ferreira

Agradecimento Especial: Canon Brasil, Céu Casa Blanca.



Entre em contato e faça seu clipe dos seus sonhos com um orçamento que você precisa.

Contato - momentfilm33@gmail.com

Se inscreva no canal da Moment https://goo.gl/pypFrc

Curta no Facebook https://goo.gl/yI3KaP



 

Copyright © 2010 Mensageiros da Profecia Blogger Template by Dzignine